Preso o pastor acusado de assassinar jovem em São João da Barra

O homem responderá por homicídio qualificado privilegiado


15 de Março de 2019 | 10h13

O pastor Israel Maciel Gonçalves foi preso na manhã desta sexta-feira (15), no bairro Presidente Vargas, Subdistrito de Guarus, em Campos. O pastor foi indiciado pelo homicídio de Lucas Muniz Abucezze, jovem de 21 anos, assassinado com quatro tiros em São João da Barra no dia 18 de fevereiro.

O homem responderá por homicídio qualificado privilegiado. Inicialmente, a defesa do pastor tentou alegar que ele agiu por legitima defesa, já que Lucas já tinha o ameaçado por várias vezes, mas essa hipótese foi totalmente descartada. 

Após a formalização da prisão, o preso será encaminhado à Casa de Custódia, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O caso

O pastor Israel Maciel Gonçalves Ribeiro se apresentou a Delegacia de São João da Barra no dia 20 de fevereiro e confessou ter assassinado o jovem Lucas Abucezze, de 21 anos. O crime aconteceu na praia de Atafona.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito também revelou que matou o homem com sua própria arma, que foi deixada em uma casa em Gargaú, distrito de São Francisco de Itabapoana.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, uma mulher foi presa por falso testemunho e liberada posteriormente após pagar uma fiança no valor de R$ 1.000,00.

 

Fonte: Redação


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Eliza Marciano

16/03/2019 | 09h01
Fim dos tempos !