Comissão de combate às discriminações é instalada na Alerj

Carlos Minc destacou a atuação da comissão nos últimos anos e lembrou que o Estado conta com uma Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância


13 de Março de 2019 | 14h00

A Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos de Raça, Cor, Etnia, Religião e Procedência Nacional da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) foi instalada nesta terça-feira (12/03). Na ocasião, o deputado Carlos Minc (PSB) foi reeleito por unanimidade presidente do grupo. Também por unanimidade, a deputada Mônica Francisco (PSol) foi eleita vice-presidente.

Carlos Minc destacou a atuação da comissão nos últimos anos e lembrou que atualmente o Estado do Rio conta com uma Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi). “Esta comissão batalhou muito para a delegacia sair do papel. Também conseguimos criar uma lei para tipificar o crime de intolerância religiosa. O objetivo é ter estatísticas e políticas preventivas sobre o tema. Uma das nossas primeiras ações será a realização de uma audiência pública para ver como a norma está sendo cumprida”, afirmou o parlamentar. Minc também destacou que a nova composição da comissão conta com mulheres negras, como a vice-presidente do grupo, Mônica Francisco.

Ainda compõem a comissão como integrantes efetivos as deputadas Renata Souza (PSol) e Tia Ju (PRB), além do deputado Max Lemos (MDB). A parlamentar Dani Monteiro (PSol) será membro suplente do grupo. As reuniões da comissão acontecerão às quartas-feiras, às 12h30.

Fonte: Alerj


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.