Americano terá mudanças para confronto contra a Cabofriense

O zagueiro Gabriel tem retorno garantido na defesa, enquanto Sanderson entra na lateral direita no lugar de Léo Rosa


01 de Março de 2019 | 10h42

 

O Americano terá mudanças na zaga e no ataque para o jogo contra a Cabofriense neste sábado de Carnaval, em Bacaxá, pela segunda rodada da Taça Rio. O zagueiro Gabriel tem retorno garantido na defesa, enquanto Sanderson entra na lateral direita no lugar de Léo Rosa. No ataque, a novidade pode ser a volta de Dedé na vaga de Leozinho. Ainda na defesa, Espinho deve permanecer na equipe. Ademilton deve continuar de fora, por enquanto.


No apronto desta quinta-feira, o técnico Josué Teixeira esboçou o desenho do time que deve entrar em campo. No treino, o técnico buscou corrigir algumas falhas cometidas na goleada para o Flamengo no domingo.

— O time mostrou virtudes, mas também defeitos contra o Flamengo. Tivemos índice de posse de bola interessante, além de um bom número de escanteios e de finalizações. Por outro lado, contra um time de jogadores habilidosos, fizemos apenas sete faltas. Precisávamos parar mais o jogo, segurar mais o time deles. Tivemos falhas na marcação e nesses descuidos o adversário fez os gols — analisou.

O jogo contra a Cabofriense é o primeiro de uma sequência de confrontos contra equipes de menores investimentos, considerados decisivos pelo treinador.

— Serão quatro decisões, contra Cabofriense, Resende, Boavista e Bangu. Vamos buscar decidir nossa vida nesses jogos, sem depender da última rodada, quando vamos encarar o Botafogo. Contra o Flamengo, uma derrota por 4 a 1 é um resultado normal, mas contra essas equipes de porte igual ao nosso, temos que vencer. E contra a Cabofriense vamos partir pra cima deles e buscar os três pontos — disse.

Josué demonstrou preocupação com a arbitragem de Lenilton Rodrigues Gomes, escalado pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) para dirigir a partida no Estádio Elcyr Resende.

— A arbitragem me preocupa muito. Já tive problemas em outros jogos quando estava no Macaé, com ele no apito. Já tivemos um problema sério de arbitragem contra o Volta Redonda quando o árbitro marcou um pênalti inexistente. Perdemos um jogo em que a arbitragem teve influência no resultado. Poderíamos estar em situação melhor — finalizou.

A equipe começa a partida em Bacaxá com Luis Henrique; Sanderson, Espinho, Gabriel e Rafinha; Abuda, Junior, Vandinho e Marquinhos; Dedé e Romário.

 

Fonte: GFesporte

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.