Teatro de Bolso e Trianon passam por manutenção preventiva

As adequações fazem parte de um cronograma de intervenções nos equipamentos de cultura do município


22 de Fevereiro de 2019 | 18h16

O Teatro Municipal Trianon está com as cortinas fechadas para o público, mas abertas para as equipes de manutenção. Todos os anos, de janeiro a março o maior teatro do interior do estado entra em recesso para ações preventivas e esse ano, devido a exigências mais amplas do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), a agenda de programação só será aberta após nova inspeção e liberação do Certificado de Registro, por parte da corporação. 

As adequações e manutenção preventiva fazem parte de um cronograma de intervenções nos equipamentos de cultura, que já foi concluído no Teatro de Bolso Procópio Ferreira, no ano passado e que ainda vão passar o  Museu Histórico de Campos e Arquivo Público Municipal.

De acordo com o gerente operacional Elias Gonzaga, a manutenção corretiva prevê troca de tubulação de acesso ao recalque, modificações na acessibilidade do público em caso de sinistro, o que ocasionou a necessidade de retirada de assentos no balcão e na plateia. A medida gerou a necessidade de redução de 46 lugares. As adequações preveem ainda ampliação no número de extintores, troca de fechaduras anti pânico, ampliação das portas de emergência e instalação de corrimões, que estão sendo feitas pela própria equipe técnica do teatro. 

Segundo a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Maria Cristina Torres Lima, as adequações ocorrem todos os anos e têm o intuito de levar sempre bem-estar e segurança aos frequentadores do Trianon. A manutenção de elevadores, ares condicionados já foi feita no ano passado, assim como readequações de salas, aplicação de produto antichama nas cortinas. 

“O teatro está se adequando às novas normas do Corpo de Bombeiros. O recesso já tradicional nos três primeiros meses do ano, para essa manutenção. A agenda está fechada porque este ano foram mais exigências de adequações cujo cumprimento das mesmas dependerá a emissão de Certificado de Registro dos Bombeiros, para nova liberação de agenda”, disse a presidente.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.