Sociedade Lira Apolo é reformada após 29 anos de incêndio

Após o Carnaval serão recolocadas as portas frontais


17 de Fevereiro de 2019 | 07h59

Previous Next

Ricardo Azevedo , Presidente e Regente da Lira Apolo - fundada em 19 de maio de 1870 (149 anos) -  que pegou fogo em 19 de Novembro de 1990 , conseguiu com recursos próprios, investir 1 milhão de reais, desde 2012.

E ressurge esplendorosa. A lira, no topo da edificação, no centro da cidade de Campos dos Goytacazes, está sendo reinstalada , reproduzindo, fielmente, a original.

A restauração  foi feita  pelo artesão mineiro, João Batista Teixeira, que também fez diversos trabalhos em igrejas de Minas Gerais e no Rio de Janeiro, inclusive, no  Teatro Municipal.

Nesta próxima semana será instalada a segunda Lira, no torreão do lado esquerdo, do prédio histórico. Após o Carnaval serão recolocadas as portas frontais, no andar reproduzindo, também,  o que havia sido consumido pelas chamas.

O maestro e Presidente da Lira Apolo,  já conseguiu restaurar também  a escadaria, o assoalho, em  madeira "rouxinho" ( como o original), o teto, a estrutura metálica e telhas francesas. É um exemplo para a posteridade, mesmo sem o apoio do poder público, daqueles que amam a cultura e a história da terra campista.

 

 

Fonte: Supcom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.