Projeto A Criança Pede inicia nova temática com enfoque no respeito

Nesta sexta (15), alunos da Escola Municipal Alcebíades Candiano, em Ponta da Lama, vão assistir a palestra e participar das dinâmicas.


14 de Fevereiro de 2019 | 10h28

Para marcar os 15 anos de existência, o projeto A Criança Pede trabalhará uma nova temática de prevenção da violência nas escolas: “Nessa escola tem gratidão, poesia e educação”. O responsável pelo projeto, o guarda civil Ivan de Souza, conta que o respeito é o foco principal dessa nova etapa. A Escola Municipal Alcebíades Candiano, em Ponta da Lama, receberá a palestra nesta sexta-feira (15), às 8h30. A ação é uma parceria entre a Guarda Civil Municipal (GCM) e a secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece).

— A ideia é trabalhar com esses alunos sobre os novos assuntos de aprendizagens, como educação patrimonial, que auxilia a cidadania, comportamento e disciplina na vida de cada um deles, abordando uma palavra que está muito em evidência no Brasil e no mundo que é a gratidão. A ideia é trabalhar para que os alunos saibam cativar, ter união, respeitar o próximo e serem gratos aos colegas de sala, professores e funcionários da instituição de ensino — informou o guarda Ivan, que vai declamar durante as palestras uma poesia de sua autoria, chamada “Um grande pastel”.

Ivan acrescenta que o objetivo para este ano é abranger ainda mais escolas em novas localidades, levando assuntos que são importantes para o bem-estar e segurança dos alunos. Para a atividade na escola de Ponta da lama, foram convidados o delegado titular da Polícia Civil de São Fidélis, Carlos Augusto Guimarães, e o jornalista e advogado Vilmar Rangel. 

O projeto social é desenvolvido em escolas das redes municipal, estadual e particular, em um trabalho do departamento Pedagógico da Smece. O trabalho periódico é requisitado por profissionais da educação para colaborar com as iniciativas escolares. As instituições públicas ou particulares que desejarem agendar palestras podem entrar em contato através do número (22) 99710 -7168.

 

 

Fonte: Supcom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.