Rafael Diniz participa de inauguração de hangar que vai gerar 150 empregos em Campos

As operações da CHC no Aeroporto Bartolomeu Lisandro, no município, começaram em 10 de janeiro.


07 de Fevereiro de 2019 | 11h06

Campos acaba de ganhar um novo hangar para helicópteros da empresa CHC, no Aeroporto Bartolomeu Lisandro, em Guarus, inaugurado nesta quarta-feira (6). O prefeito Rafael Diniz participou da cerimônia que contou com a presença do presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca), Vinicius Viana, e representantes de empresas parceiras como Petrobras, Shell e Queiroz Galvão. O presidente da CHC na América Latina, Marcelo Soares, afirmou que “sem o apoio da prefeitura, este projeto não ia acontecer”. O empreendimento vai gerar 150 empregos. 

— Quando assumimos a gestão, o Bartolomeu Lisandro estava completamente abandonado e, com muito esforço, recuperamos o aeroporto superavitário para, obviamente, trazer desenvolvimento econômico para Campos e região. A inauguração, deste hangar que tem atende renomados clientes, traz desenvolvimento para nossa cidade gerando receitas, mais do que isso, gerando novos 150 empregos. Esse é o nosso compromisso: repensar nossa cidade para além dos royalties, eis aqui um grande exemplo — destacou Rafael Diniz.

As operações da CHC em Campos começaram no dia 10 de janeiro deste ano. A base operacional situada no município é a maior do país com a maior quantidade de aeronaves e profissionais. De acordo com o presidente da CHC na América Latina, Marcelo Soares, o apoio da Prefeitura de Campos foi imprescindível para a instalação da empresa na cidade. 

— O prefeito Rafael Diniz abraçou o projeto desde o início. Sem esta adesão, provavelmente, estaríamos inaugurando este hangar em outra cidade. Sabemos que o aeroporto tem, no momento, limitações de espaço e de área disponível. Ainda assim, o prefeito soube contornar todas as dificuldades e absolutamente dentro da ética, da lei e das normas foi super profissional — afirmou Marcelo Soares.  

Em 16 meses, a CHC não registrou nenhum acidente de trabalho. Em 2018, transportou 228 mil passageiros em 2 mil horas de voo. Em um ano e meio, reformou todos os hangares, situados em Cabo Frio, Macaé e no Rio de Janeiro.

 

Fonte: Supcom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.