Americano sai na frente e Madureira busca empate na etapa final

Equipes seguem pressionadas com campanha de maus resultados


02 de Fevereiro de 2019 | 18h39

Ambos precisavam da vitória, mas ninguém conseguiu sair com ela. Em confronto válido pela quinta e última rodada da Taça Guanabara, Madureira e Americano empataram por 1 a 1, no Estádio Aniceto Moscoso, neste sábado (2). Com quatro pontos, o Alvinegro fica em quarto lugar no Grupo A (no geral, é nono), enquanto o Madura vem uma posição abaixo na chave, com dois (no somatório, ocupa o 10º posto).

As duas equipes ficam agora no aguardo da Taça Rio para voltarem a campo pelo Estadual. O segundo turno ainda não tem tabela detalhada, mas começa entre os dias 23 e 24 de fevereiro. O Madureira visita o Boavista, enquanto o Americano encara o Flamengo, também fora de casa.

A partida começou sem grandes chances de abertura do placar, apesar de certo domínio do Madureira, que tinha maior presença ofensiva. Do outro lado, o preciso Americano abriu o placar praticamente na primeira chance que teve. Flamel cobrou escanteio na medida e Sanderson, de cabeça, fez 1 a 0.

O Madura quase chegou ao empate logo no lance seguinte, em falta primorosa de Luciano defendida por Luis Henrique. Ainda pressionando, o Tricolor passou a contar com a impaciência da torcida, que cobrava maior efetividade. Luciano tentou novamente aos 43, mandando finalização potente rente à trave.

Com Carlinhos na vaga de Maikon Aquino logo na volta do intervalo, o Madureira buscou ampliar a pressão. Em cobrança de falta do meia, Ygor Catatau testou com perigo. A sequência tricolor, entretanto, não foi tão forte. A posse de bola seguia sem tanta produtividade, enquanto o Americano se mantinha sólido na missão de manter a vantagem mínima.

O empate voltou a estar próximo aos 28 minutos. Carlinhos cobrou falta e Cañete cabeceou forte. Luis Henrique operou um milagre. No escanteio, Carlinhos repetiu a dobradinha com Cañete, mas dessa vez Rezende ainda deu o último toque antes de finalmente arrancar o empate para o Tricolor Suburbano quando o relógio marcava 29.

A reta final foi de um Madureira mais inteiro no campo de ataque, próximo do segundo gol. O Americano, por sua vez, não deixou de ameaçar. Em contragolpe fulminante aos 43 minutos, Paulo Vitor parou em grande defesa de Douglas. O arqueiro teve trabalho na reta final, salvando logo na sequência finalização de Léo Reis, decretando o 1 a 1 como resultado final.

Fonte: FutRio


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.