Paes rebate Witzel: “Aqui não vai funcionar carteirada, não!”

Candidatos ao governo do Rio se pronunciaram através das redes sociais


10 de Outubro de 2018 | 09h18

O candidato ao governo do estado, Eduardo Paes (DEM), rebateu Wilson Witzel (PSC) após o ex-juiz federal afirmar, em uma live no Facebook, que daria voz de prisão a ele durante o debate de segundo turno.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Paes cita as ofensas ditas por Romário, Indio e Garotinho e questiona por qual motivo o juiz não ficou ofendido e não prendeu os demais candidatos.

"Nós estamos aqui para o debate eleitoral. Nós vamos discutir propostas para o nosso estado e falar, sim, das características de cada candidato. Aqui não vai funcionar carteirada, não!", rebateu o ex-prefeito do Rio.

Na noite da última segunda-feira, Wilson Witzel afirmou que as notícias falsas sobre ele são espalhadas por Eduardo Paes. "É muito triste ver o outro lado se desesperando. Porque essas notícias saem evidentemente do adversário. (...) E essas fake news que estão saindo hoje, você será responsabilizado por todas. Porque você e o seu grupo estão colocando isso na Internet. (...) E vá no debate falar essas mentiras que você verá as respostas. Agora cuidado que o crime de injúria está sujeito a prisão em flagrante. Dá uma estudadinha e conversa com seus advogados, pois se você falar mentiras vou te dar voz de prisão. Vai ser o primeiro candidato a governador que vai ter voz de prisão ao vivo", disse.

 

Fonte: O Dia


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Geraldo

10/10/2018 | 09h48
De carteirada sim. Aliás era pra estar junto de Cabral a tempos.