Forças de Segurança fazem megaoperação em comunidades de Campos - NF Notícias

Forças de Segurança fazem megaoperação em comunidades de Campos

Vídeos: Mais de 50 imóveis ocupados pelo tráfico foram retomados


09 de Agosto de 2018 | 07h00

Previous Next

Uma operação conjunta entre as forças de segurança, Polícia Militar, Policia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Exército, na manhã desta quinta-feira (09/08), está sendo realizada para o cumprimento de mandados de prisão em diferentes bairros de Campos.

Além de granadas apreendidas, o responsável pela 146ª Delegacia Legal, Luiz Maurício Armond, revelou que 55 casas invadidas pelo tráfico de drogas foram retomadas e resultou em um prejuizo ao tráfico de drogas de aproximadamente R$ 1 milhão.

“São mais de 200 mandados e um dos nossos objetivos é a retomada desses imóveis para que possamos apaziguar essa situação que está sendo colocada em Guarus há muito tempo pelo tráfico, impondo terror e ações que não podem continuar. Iremos encaminhar a posse desses imóveis agora de responsabilidade sobre a distribuição deles, no caso seria a Caixa Econômica e a prefeitura”, disse.

O Comando Conjunto informou que a ação chamada de "Cruzada", em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, envolve 387 militares das Forças Armadas, 150 policiais militares, 85 policiais civis e 23 agentes rodoviários federais, com apoio de meios blindados e aeronaves.

A operação está sendo realizadas nas comunidades do Parque Eldorado I e II, Parque Santa Rosa, Parque Santa Clara e Parque Prazeres, uma área que abrange cerca de 15 mil habitantes.

Ainda de acordo com Armond, ao todo foram cumpridos 156 mandados de busca e 56 mandados de prisão. “Obtivemos diversas prisões em flagrantes decorrentes do auxílio de várias equipes da Enel verificando furtos de energia que existiam nesses locais, já que o tráfico não paga conta de luz. Obtivemos mais de 20 presos, essa operação continua, realizamos a apreensão de mais de 20 quilos de cocaína, armas, grande número de material pirata, celulares e veículos", contou o delegado.

As Forças Armadas atuam no isolamento e controle do perímetro externo das comunidades. A Polícia Militar opera no interior das comunidades, verificando denúncias de ostensividade criminosa. A Polícia Civil cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apoia no bloqueio e controle do tráfego das rodovias federais que demandam à região.

O porta-voz do Comando Militar do Leste, General Carlos Cinelli, revelou que 390 militares atuam dando um apoio ao trabalho.

“O apoio das forças armadas foi de cerco, isolamento de perímetros para permitir aos nossos agentes da Polícia Civil o cumprimento de mandados sem surpresas. A Polícia Militar fez esse cerco de vias também verificando a ostensividade criminosa. Essa operação foi a primeira no contexto da intervenção federal no interior do Estado. Então Campos está recebendo esse tratamento mais intensificado agora. Não foi por uma simples questão temporal, essa necessidade nós já tínhamos sentido desde o início do processo. Ocorre que nós trabalhamos com a mancha criminal em sincronia com o impacto demográfico”, explicou.

 

Fonte: Redação

 

 


2 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Allan Soares

09/08/2018 | 11h38
graças a Deus, um NOAUTE no crime organizado tirando de circulação algumas figuras , que promovem tantos homicidios e roubos na cidade . é preciso agora uma mega operação em todas comunidades, com instalação fixa do poder militar ,

Renata

09/08/2018 | 07h47
A vida agente não tem segurança mas