14 pessoas foram presas, entre elas, dois PMs, em operação no Noroeste Fluminense

Foram apreendidos  01 pistola, 01 revólver, 02 espingardas, farta quantidade de munição, 32 aparelhos celulares, 01 tablet, comprovantes de depósito bancário


11 de Julho de 2018 | 14h07

Teve início ainda nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (11/07) a Operação Górgona, desdobramento da Operação Raposo desencadeada pelo GAP-MPRJ ( Grupo de Apoio a Promotoria do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) em conjunto com as Polícias Civil e Militar  e que objetiva o cumprimento de vinte e um mandados de prisão temporária e vinte e dois mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juízo da vara única da comarca de Natividade.


O Ministério Público busca a desarticulação de uma quadrilha de criminosos que abastece com drogas nas regiões Noroeste Fluminense e região Serrana do Rio e possui ramificações em cidades do interior de Minas. 


 Os mandados de prisão e busca e apreensão estão sendo cumpridos nas cidades de Natividade - sede da operação -, Itaperuna-RJ, São José de Ubá-RJ, Santo Antônio de Pádua-RJ, Itaocara-RJ, Nova Friburgo-RJ, Patrocínio do Muriaé-MG e Cataguases-MG.
A Operação conta com o apoio de cerca de 70 policiais militares do 29ºBPM em 15 viaturas, além agentes da CSI, GAP de Itaperuna, Nova Friburgo, Campos e Macaé, além da corregedoria da polícia militar, 29º Batalhão de Itapeurna, 36º Batalhão em Pádua, Delegados de Polícia de Natividade e Itaperuna, bem como seus respectivos agentes, incluindo, ainda, o apoio da Polícia Militar de Patrocínio de Muriaé-MG e Cataguases-MG.
Até o momento  14 pessoas foram  presas, sendo que  dois são policiais.

Foram apreendidos  01 pistola, 01 revólver, 02 espingardas, farta quantidade de munição, 32 aparelhos celulares, 01 tablet, comprovantes de depósito bancário, cerca de 120 gramas de maconha, certa quantidade de cocaína, 02 balanças de precisão, grande quantidade de material para endolação de drogas e aproximadamente R $ 9,6 mil em espécie.

 

Fonte: Ascom/NF Notícias


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.