Ex-prefeito denuncia milhares de casos de chikungunya em Campos

Secretaria de Saúde confirmou surto da doença


13 de Junho de 2018 | 08h55

Os casos de chikungunya no município de Campos tornaram-se alvos de denúncia de um médico e ex-prefeito da cidade nessa terça-feira (12/06), nas redes sociais.


Na publicação, Arnaldo Vianna afirmou que são mais de dois mil registros da doença este ano e definiu a situação como surto. “Há um surto epidêmico de chikungunya na cidade, 2018 foram notificados 2.705 casos. Não entendemos por qual motivo o caso está sendo abafado! Alguém viu o fumacê passando por aí?”, finalizou.


Quase 100 pessoas reagiram a publicação que teve ainda comentários. Uma mulher disse que o carro fumacê não passa faz tempo na cidade. Nesta quarta-feira (13/06), a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância em Saúde, confirmou o surto e explicou que "Autoridades de saúde do município têm alertado à população quanto aos cuidados que devem ser tomados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. Segundo atualização da Vigilância em Saúde, da secretaria de Saúde de Campos, neste ano, foram confirmados 37 casos de dengue e 161 de chikungunya até a manhã desta quarta (13). Não há casos de zika e febre amarela em 2018. Agentes de endemia do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) prosseguem com os mutirões de combate ao mosquito transmissor e o 6º mutirão do CCZ vai acontecer na próxima sexta-feira (15), nos bairros da Penha, Vila Manhães, Bela Vista, Estância da Penha e no Parque Vila do Prado. Na última terça (12), equipes da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca), Vigilância Sanitária e Centro de Controle de Zoonose (CCZ) realizaram uma ação de conscientização com comerciantes do entorno do Mercado Municipal. A proposta foi orientar sobre prevenção ao mosquito aedes aegypti e roedores. No último mês, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde divulgou o resultado do último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa), que foi 6,1."

 

Fonte: Redação


7 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Glaucia

13/06/2018 | 17h29
aqui no parque aurora existe vários casos de chikunginha, e até agora ñ fizeram nada. varias casas abandonadas e sem nenhum mutirão por aqui.

Rose Souza

13/06/2018 | 15h11
Amigo ele não pode dizer que é falta de dinheiro. Pois vem verba federal específica para isso. Posso dizer com clareza que, isso tudo ocorre porque a publicação não tira 10 minutos do seu tempo para cuidar do seu imóvel ( casa, terreno,loja e etc). Se cada um cuidasse do seu quadro, haveria pouco pocibilidade de mosquitos. isso também não tira a responsabilidade da prefeitura. Pois cada ano que passa coloca profissional desqualificado para a orientação e na técnica do tratamento do combate às endemias. Desde antes de Rafael, no governo de rosinha, a troca de profissionais qualificados foi constante.

Joahnson

13/06/2018 | 14h43
Daqui a pouco o prefeito vai falar que não tem dinheiro,pq qualquer poblema que tem na cidade e só sabe dizer que tem rombo e ele não tem fazer,olha que o prefeito atual já foi vereador então já tinha total consciência da situação da cidade. Até quando vai ficar nessa Rafael Diniz.

Maria Clara Vicente

13/06/2018 | 12h23
Estamos vivendo como não sabemos estamos só sinto muita saudade quando vivemos momentos triste como a gripe H1N1 mas sempre sentíamos a confiança do governo da ROSINHA e o comprometimento do EPIDEMIOLOGISTA CHARBEL KURY QUE EM MOMENTO ALGUM DEIXOU DE CUMPRIR COM SEU jURAMENTO ASSUMIDO QUANDO ESCOLHEU SUA PROFISSÃO. A SERIEDADE ERA O AL O DA SEGURANÇA. SAUDADES DE VOCÊS!!!

Silvia Ferreira

13/06/2018 | 11h08
Moro em Pádua , aqui está um surto terrível de chikungunha. Já estou 3 meses com dores horríveis , não sei mas o que fazer !!

Maria Jose Maciel De Sousa

13/06/2018 | 10h39
Esta uma epidemia de mosquito são milhares de mosquito ão mesmo tempo precisam tomar providencias

Geraldo

13/06/2018 | 09h54
Carro fumaçe tenho visto aqui na pecuaria, mas seria mesmo veneno que esta sendo lançado? Agora a denúncia vem de um político. .. Teria credibilidade?