Morte de homem notificada como suspeita de H1N1 em São Fidélis - NF Notícias

Morte de homem notificada como suspeita de H1N1 em São Fidélis

Meta de vacinação é de 12 mil, mas apenas mais de 6 mil foram imunizadas


16 de Maio de 2018 | 08h35

A morte de um homem de 59 anos foi notificada como suspeita de H1N1 pela Secretaria de Saúde de São Fidélis, na última segunda-feira (14/05).

Segundo a prefeitura, o paciente chegou com tosse e apresentando quadro de dispneia, taquicardia e hiperglicemia e morreu às 19h, no Hospital Armando Vidal. Ele já estaria com os mesmos sintomas há oito dias e não realizou nenhum tipo de tratamento.

A notificação aconteceu porque os sintomas são os mesmos da síndrome respiratória aguda grave. “Foi notificado como Suspeita de H1N1, para que pudéssemos iniciar um processo de investigação. Foi coletado o material, e enviado para o Instituto Lacen, conforme determinação do Estado, que realizará a análise da amostra e dentro de 15 dias devolverá o resultado ao Município”, destacou a nota do município.

A secretária de saúde, Bruna Araújo Siqueira, alertou para a importância da imunização. A meta é aplicar as doses em 12 mil pessoas, mas apenas pouco mais de seis mil compareceram aos postos.

Para incentivar a população, os agentes de saúde estão visitando escolas para imunizarem os profissionais e ainda nos estabelecimentos comerciais de grande circulação.

Idosos acima de 60 anos, gestantes, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, criança de seis meses a cinco anos, imunossuprimidos e transplantados estão no grupo de risco. Só não pode tomar quem tem alergia grave a ovo.

 

Fonte: Redação


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.