Atleta Areiabranquense é um dos mais jovens a vestir a camisa do Serra

Jogador tem características que deixam a parte ofensiva forte


15 de Abril de 2018 | 11h49

Previous Next

Nascido em Areia Branca, Rio Grande do Norte, Andrier Lopes, vem sendo uma das apostas do Serra Macaense para a temporada 2018. O meia de 17 anos chegou ao clube em maio de 2017 para jogar no Juvenil, após se destacar, em janeiro deste ano, foi promovido aos profissionais. Andrier, é um dos três jogadores mais novos da equipe. A 14 dias de completar 18 anos, o meia, comemora de já ter sido relacionado e atuado nos jogos-treinos visando a estréia na Série B1 do Campeonato Carioca.

“Para mim é um sentimento muito especial, estou realizando um grande sonho: vestir a camisa de um time de profissionais. É muito gratificante para mim. Agradeço a Deus todos os dias por esse momento. E, também ao treinador Luiz Felipe, por essa chance. Ele é um cara que gosta de trabalhar com a base e é responsável por esse momento da minha vida. Claro que, temos que fazer por merecer; buscar evoluir, além de procurar desempenhar o melhor futebol para poder ajudar a equipe”, enfatizou.

O sonho de se tornar um jogador de futebol é um amor antigo, vem desde infância. ”Ficava assistindo as partidas de futebol amador, em Areia Branca, e desesperado para entrar e jogar também, como os grandes, risos. Mas, eu era criança, então ninguém deixava. Entretanto, meu sonho não morreu; seguiu vivo dentro de mim. Além do sonho de ser jogador profissional, meu maior desejo, é poder, por meio do futebol ajudar a minha família. Principalmente meus avôs, os quais fazem tudo por mim e me apóiam”, destacou.

O menino sonhador cresceu e, finalmente, começou a trilhar no mundo do futebol. Com 15 anos de idade, deixou a família no Norte e foi para o município de Campos dos Goytacazes, interior do Rio de Janeiro, fazer testes no Americano FC, onde foi aprovado. Lá jogou por dois anos, nas categorias Infantil e Juvenil. Já em 2017 chegou ao Campos Atlético para disputar a Séria A do Campeonato Sub-17. Sempre se destacando. Após o termino da competição, foi para o Serra do qual saiu emprestado ao Avaí/SC e retornou no início deste ano, quando começou a treinar e jogar entre os profissionais.

O atleta Areiabranquense tem características que deixam a parte ofensiva forte; o time fica versátil e consegue manter a posse de bola. “Tenho bom passe, consigo chegar bem à área para marcas gols. Sei trabalhar em grupo para ajudar meus companheiros. Tenho confiança para cobrar jogadas aéreas e pênaltis. Nos treinos dou o meu máximo, e, sei do meu potencial. E, assim pretendo contribuir junto com meus companheiros a busca do título de Campeão Carioca e dar ao Serra Macaense o acesso à elite do Carioca”, finalizou.

 

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.