Ex PM e integrante de grupo de extermínio que atuava como pastor é preso em Cabo Frio

Renato Gomes, de 75 anos, disse ter perdido as contas de quantas mortes participou


10 de Abril de 2018

O ex PM e antigo integrante de um grupo de extermínio da Baixada Fluminense que atuava como pastor foi preso na manhã desta terça-feira (10/04). Renato Gomes, de 75 anos, participou de pelo menos 30 homicídios e foi localizado em Cabo Frio, onde morava atualmente.

Segundo a Polícia Civil, Roberto disse ter perdido as contas de quantas mortes participou nos anos 70 e 80. Nas contas da polícia, ele praticou pelo menos 30 assassinatos enquanto era policial militar.

Renato ficou 21 anos preso e fugiu para o interior em 2004, quando recebeu liberdade condicional. Enquanto estava solto, ele foi novamente condenado pela 2ª Vara Criminal da Comarca da Capital a pena de 35 anos de prisão. A condenação foi em julho de 2004, mas ele não tinha sido encontrado.

O homem que atuava como pastor em uma igreja evangélica nos últimos anos foi expulso da PM por causa das condenações na Justiça. Ele chegou se reformar como 3º sargento enquanto integrava a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Os crimes foram praticados principalmente na região de São João de Meriti e Caxias.

 

Fonte: G1


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.